Casa de Areia e Névoa


Hoje assisti pela segunda vez o filme Casa de Areia e Névoa, adaptado do livro de mesmo nome do autor inglês André Dubus III e que tem no elenco a linda da Jennifer Connely. Esse é um daqueles filmes que me deixam sem ar quando acabam, tamanho o impacto que ele causou em mim. Isso aconteceu da primeira vez que o vi, e aconteceu hoje de novo.

O filme conta a história da jovem Kate, que de uma hora pra outra vê sua vida virar do avesso por causa de um erro da prefeitura da cidade, que inclui sua casa entre a lista de empresários devedores. A casa vai a leilão é é comprada por uma família de iranianos que tenta se estabelecer no país. Aí começam as discussões entre Kate e os iranianos, já que nenhum dos dois resolve ceder.

Mas o filme vai muito além disso. Mostra o conflito cultural a que os americanos estão expostos sempre, e mostra tambem como os estrangeiros muitas vezes são vistos nos EUA. A casa é apenas um modelo do que são os EUA, além de expor a crise do sistema imobiliário americano, que ainda não estava tão grave quando o filme foi gravado. Mostra como a incompetência dos governos pode afetar diretamente e de maneira as vezes irreversível a vida de pessoas comuns, que não querem nada mais do que o direito à uma vida digna, sejam nativos ou estrangeiros.

O ambiente em que o filme é gravado, com toda a melancolia que a história exige, além do fato de a introspectividade das personagens ser exposta de uma forma tão brilhante faz com que o filme seja envolvente. É impossível - pelo menos pra mim - sair do sofá depois que se começa a assistir.

Casa de Areia e Névoa, desde a primeira vez que o vi - há quase dois anos - me marcou muito, e depois de revê-lo hoje me marcou mais ainda. É impossível olhar as relações entre pessoas da mesma forma depois de assistir o filme. Como bem disse o repórter da CNN quando o filme foi lançado, ele é "espantosamente poderoso"

Pra quem se interessar, eu indico, Vale muito a pena.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade para comentar, acrescentar ou discordar de algo. Mas lembre-se que que escrevo aqui reflete apenas a MINHA opinião, e essa opinião pode nem sempre ser a mais ideal.

Caso tenha dificuldade de escrever por aqui (o Blogger sempre gosta de dificultar as coisas) envie email para weslleytalaveira@blognovasideias.com