Amo Muito Tudo Isso?

O McDonalds, maior rede de fast food do mundo, sempre dividiu opiniões. Desde os que não ficam sem, pelo menos, um lanche por dia, aos que o criticam com unhas e dentes - perdão pelo trocadilho. O Mc, pode-se dizer, é o tipo amado e odiado.

Mas uma associação médica nos EUA resolveu fazer uma crítica mais pesada - perdão de novo pelo trocadilho. Lançou um comercial de TV que mostra um cadáver segurando um lanche do MC, com a letra M envolvendo os pés do cadáver e uma adaptação ao slogan americano: I'm Was Loving It ("eu estava amando tudo isso"). Adaptando ao slogan brasileiro, seria algo como "eu amei tudo isso", ou "eu amava tudo isso".


A principal característica das propagandas americanas é o ambiente sombrio, até meio assustador. Por lá dá certo, e essa campanha tem tudo pra fazer barulho por lá. Aliás, já está fazendo.

Bái!

Um comentário:

  1. Eu acho interessante como atacam o Mcdonalds como simbolo de comida ruim e do capitalismo. O problema não é a empresa de fast food, mas a educação alimentar, comer todo dia um lanche rápido faz mal de qualquer jeito. E ninguem fala que a viuva do fundador doou 5 bilhoes de dólares para o exercito da salvação.

    ResponderExcluir

Fique à vontade para comentar, acrescentar ou discordar de algo. Mas lembre-se que que escrevo aqui reflete apenas a MINHA opinião, e essa opinião pode nem sempre ser a mais ideal.

Caso tenha dificuldade de escrever por aqui (o Blogger sempre gosta de dificultar as coisas) envie email para weslleytalaveira@blognovasideias.com