Se existe uma palavrinha que já gerou confusão nesse mundo de meudeuzo, essa palavra é Fé. Todo mundo fala em fé. Todo mundo tem fé. Mas há os que afirmem não ter nenhum tipo de fé. Há os que acreditem que são independentes de fé e que pensam por si sós.

É comum associar quem diz ter fé a uma "mente fechada", e quem diz não ter fé a uma "mente aberta". Há os que que acreditam que não precisam da fé, que não acreditam em nada e que sabem viver assim.

Ai nasce uma pequena confusão: o que é fé?

Fé é acreditar em algo. Em qualquer coisa. Se eu acredito que um dia o Lula vai sair do governo, eu tenho fé nisso. Todos tem fé, pois todos acreditam em algo.

Mas e os que dizem que não acreditam em nada? Eles acreditam nisso, não é? Acreditam que não precisam de fé. Ou seja, tem fé na falta de fé! Complicou?

Brasileiro adora ter fé. Mesmo os que se dizem "cabeça aberta" e afirmam não ter fé em nada. Eles tem fé sim, fé na sua descrença. Ou seja, não tem como alguem dizer que não tem fé. Todos tem fé em algo.

E onde está nossa fé? Em que acreditamos?

As vezes temos fé em algo que nem sabemos direito o que é. Ou temos tanta fé em algo qu eaceitamos aquilo como verdade absoluta. Simlesmente acreditamos.

A fé pode decepcionar. Podemos passar a vida toda acreditando em algo que não faz sentido, há os que só descobrem isso no dia da morte. Há os que acreditaram que um metalúrgico mudaria o país, e se enganaram. Também há os que acreditam que a solução será o dia que tivermos um carequinha encurvado. Prefiro não crer nisso também.

Crer que certas coisas na vida não podem nunca ser mudadas é ter uma fé engessada. E um dia essa fé pode decepcionar. Esse tipo de fé é como estar por trás de um muro. Ninguém entra e ninguém sai. Se tirar um tijolo o muro fica comprometido. Assim é a fé de muitos. Uma fé que não pode ser mudada, a "fé inabalável".

A fé cristã é assim, uma fé engessada. Quem acredita na fé cristã tem de acreditar do jeitinho que ela foi ensinada por outro, senão é taxado de "herege". "Deus não muda", e assim a fé nEle também não pode mudar também. nem nada doque se acredita. Será?

Lutero não pensava assim. Por isso contestou certos conceitos da época e foi tido como herege. Criou uma igreja reformada, com novos conceitos, novo jeit ode ver a fé cristã, uma nova fé.

E depois dessa reforma, surgiram muitos que disseram mudar algo, mas apenas mudanças superficiais: como Deus cura, como orar, como se vestir e etc e tal. MAS as mudanças principais na fé critã ninguem ousou fazer.

Nos comportamos hoje como os católicos alemães do seculo XVI.

Inquirimos quem se habilita a repensar a fé.

Quantos Galileus já tiveram sua honra queimadas no Brasil e no mundo, apenas por contestar?

Mas, vamos pensar uma coisa: quando Jesus veio ao mundo, veio pra quê? O que elefez aqui? ele foi um judeu zeloso que guardava o sábado, fazia sacrifícios, e etc?

Ele não veio pra repensar a fé em Deus? Não veio pra questionar algumas coisas importantes da Lei de Deus?

Ele mudou a forma como a fé era vista. Criou um novo jeito de se aproximar de Deus. E morreu como ladrão. Depois Lutero repensou outros conceitos e foi excomungaoda Igreja. E mais ninguém fez nada.

Conceitos cristãos nunca podem ser contestados, senão se é queimado na inquisição evangélica atual. Não, não estou falando de fogo nem de estaca, nada disso, a inquisição intelectual e pessoal, onde a pessoa que questiona é execrada do meio.

Então vou correr o risco de ser inquirido.

Pois há certos conceitos cristãos que precisam ser revistos, repensados, reavaliados, e é bom que assim seja, pois a Palavra de Deus não é "viva"? Tudo que é vivo se transforma, se renova.

A doutrina da Trindade, por exemplo. Sabemos que Deus é um, mas ao mesmo tempo é três, revelado em Pai, Filho e Espírito Santo. Ele é um, mas três, e disso não duvido. Mas nem sempre se acreditou assim. Por um bom tempo a doutrina da Trindade não era aceita. Na verdade, nem existe a palavra Trindade na Bíblia. Nem Jesus nem os outros escritores bíblicos a usaram. Foi um conceito introduzido depois pela Igreja Católica, um conceito pensado, avaliado, e portanto, passível de ser revisto. É isso que a torna mais verdadeira, a possibilidade de ser repensada.

Outros conceitos podem ser repensados e discutidos, mas pelo menos por agora, prefiro não tentar fazer isso.

Mas, enquanto tentarmos uma fé engessada, corremos o risco de ter uma fé errada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade para comentar, acrescentar ou discordar de algo. Mas lembre-se que que escrevo aqui reflete apenas a MINHA opinião, e essa opinião pode nem sempre ser a mais ideal.

Caso tenha dificuldade de escrever por aqui (o Blogger sempre gosta de dificultar as coisas) envie email para weslleytalaveira@blognovasideias.com